Dricatube

Loading...

Caixa de Pesquisa

Agenda

#Império: Segunda a Sábado, a partir das 21:20 na Globo.

Translate/Tradução

sexta-feira, 20 de junho de 2014

A primeira foto da vilã Cora, de Império.

Vilã à la Perpétua em 'Império', Drica Moraes diz que se contentou com filho único: 'A lombar não deixa'

Drica Moraes como a vilã Cora de 'Império' (Foto: TV Globo/ Paulo Belote)

Conseguir alguns minutos da atenção de Drica Moraes tem sido difícil ultimamente, desde que as férias escolares do filho Matheus, de 5 anos, a Copa do Mundo, as obras na casa e o início da gravação da próxima novela das 21h da Globo, "Império",  se embolaram e viraram do avesso a rotina da atriz. Ainda mais porque Cora, papel que lhe foi dado por Aguinaldo Silva, terá um espaço grande na história. Será uma vilã daquelas: uma mulher complexa que, nas palavras de Drica, mistura violência, loucura e sensibilidade.
- Ela é baseada nas tias de (Frederico García) Lorca (poeta e dramaturgo espanhol), nas mulheres do Nelson Rodrigues. Ela queria ser a irmã, quer tudo o que a irmã teve, é baseada na própria Perpétua (megera também criada por Aguinaldo em "Tieta", de 1989, vivida por Joana Fomm). É uma Perpétua do século 21. Ela é muito simples, modesta e misteriosa. Não tem grandes arroubos no figurino. É seca, não é barroca.
"Império", segundo ela, será "um novelão".
- Será uma montanha-russa. Fico encantada com a velocidade e pensando em como darei conta. Estou me sentindo como Neymar. Estou inteira ali, mas não me sinto pressionada por nada. Quero estar bem feliz e bem treinada. Estou treinando, na concentração. Queremos a taça, mas sabemos que temos muito trabalho pela frente - diz ela, sobre as expectativas sobre o desempenho da novela.
Não é a primeira vilã da carreira da atriz. Entre as mais marcantes, ela cita a Violante, de "Xica da Silva", de Walcyr Carrasco, exibida pela Manchete, em 1996, e a Marcela de "O cravo e a rosa", também de Walcyr Carrasco, que tinha caráter mais burlesco, próprio para a comédia de costumes. Já de Cora, o público deve esperar mais crueldade.
- Cora é a mais vilã de todas, pois o horário permitirá fazer absurdos maiores.

Drica também pode ser vista no cinema, no longa "Getúlio", de João Jardim, como Alzira Vargas, filha do ex-presidente e seu braço direito, e acaba de encerrar uma turnê da peça "A primeira vista", na qual contracena com Mariana Lima. Em cartaz desde 2012, o espetáculo foi o primeiro trabalho de Drica depois de se recuperar de uma leucemia diagnosticada em 2010.
- Agora, estou totalmente focada na novela. Não tenho mais como juntar vários trabalhos. Não pela doença, mas pelo Matheus. Moro sozinha com meu filho, tenho uma jornada dura de pegar, levar, estudar, fazer dever. Tenho uma estrutura, mas sou uma mãe muito presente. Sinto necessidade de ser. Mais do que isso, sinto prazer, gosto de brincar, de estar junto, de ver crescer  e se desenvolver. Sem isso, não teria muita graça - diz ela.
Aos 5 anos recém completados, Matheus  é "um falso menino grande".
- Ele está se pré-alfabetizando, está com 1m20cm. É meio bebezão, meio rapazinho.
Drica diz que se contentou com o filho único.
- Parei no Matheus, senão nunca mais voltarei a trabalhar intensamente. Estou com 44 anos. Eu gostaria de outro filho, mas minha lombar não permite. Ele ainda pede colo, pede um irmão, pede que eu adote outro, mas não vai dar por causa da lombar - brinca a atriz.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

WikiDrica

Resultados da pesquisa

Visualizações da Página