Dricatube

Loading...

Caixa de Pesquisa

Agenda

#Império: Segunda a Sábado, a partir das 21:20 na Globo.

Translate/Tradução

sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

Drica Moraes curte o por do sol com o marido e o filho


Drica Moraes curte  o por do sol com o marido e o filho O Fuxico
Nesta sexta-feira (21) Drica Moraes aproveitou o final de tarde para um programa bem família.  Ao lado do namorado Fernando Pitanga, do filho, Mateus, e alguns amigos, a atriz foi clicada nas areias do Arpoador,  Zona Sul do Rio de Janeiro.
Drica dividiu sua atenção entre seu filhote, que brincou na água e em um outro momento se chateou e deu uma choradinha, e alguns chamegos com seu gato.
Atualmente ela vive a impagável Nieta, na novela Guerra dos Sexos, da Globo. Na trama ela é casada com Dinorah, personagem interpretado por Fernando Eira, que também estava na praia para ver o por do sol.
Num outro canto da praia, o músico Otto relaxava acompanhado por amigos.
Drica Moraes curte  o por do sol com o marido e o filho O Fuxico

fonte:http://ofuxico.terra.com.br/noticias-sobre-famosos/drica-moraes-curte-o-por-do-sol-com-o-marido-e-o-filho/2012/12/21-157619.html

quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

Drica Moraes: CARIOCAS DO ANO



CARIOCAS DO ANO DE 2012.

A atriz de 43 anos, depois de submeter-se a um complexo tratamento médico e vencer uma leucemia, tornou-se um exemplo de superação ao voltar aos palcos e à televisão.


Entre os temas abordados na peça A Primeira Vista, do canadense Daniel MacIvor, estão a passagem do tempo, a impulsividade da juventude e os mistérios da morte. De alguma forma, eram também questões que perpassavam a vida de Drica Moraes em 2010, quando ela recebeu o texto da amiga e atriz Mariana Lima. A ideia era que as duas estrelassem uma montagem brasileira do espetáculo. Mas havia um significativo porém: na ocasião, Drica estava internada para tratar uma leucemia mieloide aguda, descoberta apenas alguns meses antes. "Disse que não sabia se seria capaz de voltar aos palcos em um prazo razoável, mas comecei a ler o texto mesmo assim", lembra. Durante um ano, a partir do diagnóstico, ela deixou a carreira de lado para se entregar a um dificílimo tratamento, que incluiu sessões de quimioterapia e um transplante de medula. Em meados de 2011, já recuperada, decidiu que era a hora de retornar ao texto. Começaram, então, as leituras coletivas e os ensaios com Mariana e o diretor, Enrique Diaz — o primeiro namorado de Drica e, atualmente, marido de sua colega de cena. Nessa relação íntima do trio misturavam-se outros assuntos abordados na peça, como amor e amizade. "Ao longo desse processo, fui ganhando o tônus que faltava, aprimorando a parte sensorial e física", lembra a carioca, atualmente com 43 anos, mãe adotiva de Mateus, de 3.

O esforço foi recompensado: a peça de MacIvor, que estreou no Teatro Poeira em março último, é uma das melhores do ano, elogiada pela crítica e prestigiada pelo público — foram quatro meses no primeiro palco e mais dois no Teatro do Leblon, antes que a montagem começasse a viajar. Com uma performance comovente, Drica ainda foi agraciada com uma indicação ao Prêmio Shell de melhor atriz. "O que eu passei com a doença me fez perceber a beleza do tempo. E a peça se colava àquele momento da minha vida, tratando esse tema de maneira poética e afetiva", avalia ela, que hoje se vê menos escrava de compromissos e planos de longo prazo. "O futuro, para mim, é daqui a seis meses, no máximo. Estou buscando qualidade de vida. Minha prioridade hoje é não estar agendada o tempo todo, é ter momentos para me exercitar, para estar com o meu filho." Desde setembro encarnando a invejosa Nieta de Guerra dos Sexos, na Globo, Drica se prepara para encenar A Primeira Vista em Portugal, em dezembro.


FONTE:http://vejario.abril.com.br/edicao-da-semana/drica-moraes-725043.shtml

quarta-feira, 7 de novembro de 2012

Prêmio QUEM 2012: Vote na melhor atriz de teatro!



VAMOS VOTAR MUITO NA DRICA, POIS ELA MERECE E MUITO ESTE PRÊMIO!!!





Trio ternura! Fernando Eiras estreia parceria com as amigas Drica Moraes e Gloria Pires

Amigo de longa data de Gloria Pires e Drica Moraes, Fernando Eiras experimenta pela primeira vez como é dividir cena com as queridas amigas. Na pele de Dinorah, o ator interpreta emGuerra dos Sexos o marido de Nieta (Drica Moraes) e cunhado de Roberta (Gloria Pires).Tudo começou no ambiente de trabalho. Com Drica, no teatro e, com Gloria, na televisão. Em ambos os casos, a relação foi além do convívio profissional e permaneceu ao longo dos anos, dentro e fora do meio artístico. “Sempre procuro acompanhar os trabalhos dele”, conta Gloria.
Em cena, os três estão mostrando total sintonia (Foto: Guerra dos Sexos/ TV Globo)
Extremamente feliz em trabalhar com as duas, ele lembra quando conheceu cada uma: “Eu conheci Gloria quando entrei na TV Globo para fazer "Pai Herói", ela fazia "Cabocla". Da Drica eu sou amigo desde essa época também. Drica e eu já até moramos juntos, somos muito amigos.” 
Fernando Eiras conta que já dividiu o mesmo teto com a amiga Drica Moraes (Foto: Guerra dos Sexos/ TV Globo)
Drica revela que sempre que contracena com Fernando eles acabam sendo da mesma família. “Não me imagino sendo escalada para fazer a antagonista dele, ou odiando ele. Acho que é uma coisa de energia que já transpira. É muito bom, a gente está sempre se cuidando, sempre se acolhendo”, diz ela, com carinho.

E eles estão dando um show, não? Continue acompanhando esse trio que arrasa na telinha!

Fonte: Globo.com/guerradossexos

Drica Moraes se emociona ao assistir peça de teatro.


Drica Moraes ficou emocionada ao assistir a peça Oréstia, na noite deste sábado (3), no Rio de Janeiro. A atriz prestigiou o espetáculo, que está em cartaz na Casa de Cultura Laura Alvim. Em determinado momento da encenação, Drica chorou e abraçou seus colegas que estavam sentados próximos a ela.
Quem também esteve presente foram os atores Humberto Carrão, Chendelly Braz, Luiz Nogueira, Bianca Comparato e a cantora Paula Toller, entre outros.
Oréstia é uma tragédia grega e conta com a direção de Malu Galli, que é responsável pela concepção do espetáculo ao lado de Bel Garcia. A peça fica em cartaz até janeiro de 2013, de quinta a domingo.

Drica Moraes em Kidnapping of the pussycat



Créditos: Gugu Moraes

MIRADA } À PRIMEIRA VISTA

Drica Moraes - Encontro com Dona Marilene

terça-feira, 16 de outubro de 2012

Grande Prêmio do cinema Brasileiro.

Drica Moraes recebe o Prêmio de melhor atriz coadjuvante por "Bruna Surfistinha".

DRICA MORAES LEVOU O PRÊMIO DE MELHOR ATRIZ COADJUVANTE POR BRUNA SURFISTINHA NO GRANDE...

Drica Moraes levou o prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante por  Bruna Surfistinha  no Grande Prêmio de Cinema Brasileiro 2012

Drica Moraes levou o prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante por Bruna Surfistinha no Grande Prêmio de Cinema Brasileiro 2012

 "

Drica Moraes e Paulo José. Drica levou o prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante por  Bruna Surfistinha  e Paulo por Melhor Ator Coadjuvante por  O Palhaço  no Grande Prêmio de Cinema Brasileiro 2012

Drica Moraes e Paulo José. Drica levou o prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante por Bruna Surfistinha e Paulo por Melhor Ator Coadjuvante por O Palhaço no Grande Prêmio de Cinema Brasileiro 2012




FONTE:http://www.puretrend.com.br/midia/_m65230

quarta-feira, 5 de setembro de 2012

Drica Moraes diz que está forte e preparada para fazer ‘Guerra dos sexos’: ‘Voltei pra vida’


Antes de pisar no estúdio para gravar como a Nieta de "Guerra dos sexos", próxima novela das sete, Drica Moraes enfrenta um ritual de preparação maior do que apenas aquele feito na cadeira de maquiagem. Para viver uma verdadeira mama italiana, ela lança mão de uma peruca e de enchimentos nos seios e no bumbum.
— É pra ficar grandona, dar um peso na silhueta. Entro em cena toda montada, pareço um travesti da Mooca (bairro italiano de São Paulo onde se passa a trama) — diverte-se a atriz, de 43 anos, que no início estranhou a caracterização: — É que venho de um momento... Fiquei hipermagra e hipercareca há dois anos. De repente, ganhei bunda, peito, cabelo, nossa! Parece um baú da felicidade!
Drica se refere ao tratamento a que foi submetida para curar uma leucemia, que incluiu várias sessões de quimioterapia e um transplante de medula óssea, feito em junho de 2010. Seis meses depois, ela já fazia aparições especiais na TV, mas só agora volta a participar de uma novela inteira — a primeira desde "Alma gêmea" (2005).
— Walcyr Carrasco havia me chamado para "Morde & assopra" (2011), mas eu não tinha saúde para pegar um papel grande, com ritmo de trabalho intenso. Ainda não dava — lembra a atriz, explicando por que topou o convite para "Guerra dos sexos": — Um monte de boas coincidências se juntaram. Uma excelente personagem; a direção de Jorge Fernando, que é um irmão que tenho na TV; o texto da maior qualidade do Silvio de Abreu, com quem eu nunca tinha trabalhado. E agora estou mais forte para enfrentar o rojão de uma novela. Estou preparada.
A história de superação de Drica não é a única do elenco da trama. Seu colega Reynaldo Gianecchini, que será o motorista Nando, venceu drama bem parecido recentemente. Mas, nos bastidores, não houve nenhuma troca de impressões entre os dois sobre a luta de ambos contra o câncer.
— A gente se encontrou rapidamente no estúdio, mas para trabalhar. Os sobreviventes vivem a vida, não ficam cutucando o passado. As coisas estão lá atrás, foram duras, mas estão superadas — assegura ela, admitindo uma pontinha de inveja do novo visual de Giane: — Meu tipo de quimioterapia era bem mais agressivo, então meu cabelo voltou muito ralo, lambido, uma penugem. Acho até que ficaria mais legal se ficasse toinhoimnhoim como o dele, daria um volumezinho. Eu tinha cabelão, sinto saudade dele.
Saudade é o que também vem sentindo Mateus, de 3 anos — mas da mamãe Drica. Por conta do trabalho, ela tem ficado mais tempo longe do filho do que antes:
— Às vezes saio quando ele está no play e, quando volto, ele já está dormindo. Ele então acorda de madrugada e se infiltra na minha cama, para dormir comigo. Isso geralmente não rola lá em casa, mas não tenho como expulsar — admite ela, dando a entender que Mateus terá que se acostumar: — A gente nunca sabe o que vai acontecer, mas voltei pra vida.


Leia mais: http://extra.globo.com/tv-e-lazer/drica-moraes-diz-que-esta-forte-preparada-para-fazer-guerra-dos-sexos-voltei-pra-vida-6103514.html#ixzz2BYljON4j

terça-feira, 4 de setembro de 2012

Artistas marcam presença na Babilônia Feira Hype

Trilha de Guerra dos Sexos terá “inédita” de Elis


 A nova versão da novela Guerra dos Sexos, que será adaptada pelo próprio criador da trama, Silvio de Abreu, terá uma canção de Elis Regina pouco conhecida. Trata-se do samba-choro “Comigo é assim”, revelada no começo do ano pelo pesquisador musical Rodrigo Faour. A faixa, gravada por Elis em 1969, acabou ficando de fora do disco que a cantora lançou naquele ano. Na novela, “Comigo é assim” será tema da personagem Nieta, que será interpretada pela atriz Drica Moraes.
O tema de abertura, que leva o mesmo nome da novela, que originalmente foi exibida entre junho de 1983 e janeiro de 1984, ganhará uma nova versão gravada pelo próprio The Fevers, grupo que emplacou o sucesso na época.
Já “Viva”, grande hit de Kleiton e Kledir, ganhará nova versão feita pelo grupo A cor do som. O bolero “Contigo en la distancia”, na voz de Caetano Veloso, será tema de Bimbo (Tony Ramos). Guerra dos sexos tem estreia prevista para o dia 15 de outubro, na faixa das 7 da noite, e terá direção geral de Jorge Fernando.
(Danilo Casaletti)


EBA!  MÚSICA DE ELIS REGINA SERÁ TEMA DA PERSONAGEM DA DRICA. ASSISTIREI A NOVELA COM MAIS ENTUSIASMO AINDA! 
















"Mesmo com todas as limitações que a doença me impôs, quero estar aqui", diz Drica Moraes sobre sua volta à TV

Editora Globo
tenção para última chamada! As atrizes Drica Moraes e Mariana Lima brilham na peça "A primeira vista", do dramaturgo Daniel MacIvor, que acompanha o encontro de duas jovens mulheres que se apaixonam, rompem para voltar a se envolver anos mais tarde. A montagem marca a volta da atriz Drica Moraes aos palcos, depois do tratamento contra a leucemia mieloide aguda (LMA), está em em seus derradeiros finais de semana e fica em cartaz até 2 de setembro, no Teatro Leblon, no Rio de Janeiro

 Depois de investigar o autor canadense no espetáculo "In On It", o diretor Enrique Díaz explora de novo sua dramaturgia nesta comédia dramática, que começa a turnê nacional, no próximo mês. Aproveitamos o momento para bater um papo rápido com Drica, que também está prestes a voltar para a televisão, em uma novela global. Acompanhe:

MC: Como você se sente ao voltar também à TV, no remake de "Guerra dos Sexos", dirigida por Jorge Fernando, e que estreia em outubro?
Drica Moraes: 
Estou animada com o personagem Nieta, pois quem gosta de atuar, gosta de fazer tudo. É uma bênção o papel que foi da Yara Amaral, na primeira versão da novela, em 1983. Ela é casada com Dinorá, personagem do Fernando Eiras, que foi vivido por Ary Fontoura no passado. A Nieta é uma mama - uso enchimento no peito, na barriga e bunda para ficar mais gorda - e fala com uma cadência italianada, da Mooca.

Editora Globo 
MC: Você teve muito apoio dos fãs durante sua recuperação da leucemia?
DM: 
Sim, essa onda de positividade é muito legal, ajuda mesmo. 

M.C.: Você credita também o sucesso de seu tratamento a sua coragem frente ao câncer?
DM: 
Há coisas na vida que atravessam você e temos de tomar uma decisão de querer viver ou desistir. Mesmo com todas as limitações que a doença me impôs e impõe, quero estar aqui. É como diz o filósofo, o que não te traumatiza, te constitui. A partir disso, eu aceitei.

segunda-feira, 13 de agosto de 2012

Drica Moraes recebe o carinho de fãs após espetáculo no Leblon

A atriz Drica Moraes que se apresentou com a peça A Primeira Vista, no Teatro Leblon na noite do sabado (11/08), recebeu o carinho das fãs Mag Schneider e Renata Sieber, que a presentearam uma maneira bem especial.



segunda-feira, 30 de julho de 2012

Emocionada, Drica Moraes comemora aniversário no palco

Drica Moraes comemorou seu aniversário de 43 anos após apresentação de peça no Rio. Foto: Fausto Candelária /AgNews
Drica Moraes emocionada, perante a demonstração de afeto de seus amigos e fãs, no Teatro Leblon.

Ela cantou parabéns e recebeu um bolo no palco do Teatro Leblon  Foto: Fausto Candelária /AgNews
Regina Duarte e Adriana Esteves homenagearam a amiga Drica Moraes  Foto: Fausto Candelária /AgNews
Regina Duarte e Adriana Esteves.

Durante todo o tempo, Drica ficou ao lado do filho Matheus, de três anos  Foto: Fausto Candelária /AgNews
Drica com Mateus no colo.
Nesse domingo (29), Drica Moraes comemorou seu aniversário de 43 anos no palco, após encenação da peça À Primeira Vista, em cartaz no Teatro Leblon, no Rio de Janeiro. A atriz não segurou a emoção e ficou com os olhos marejados durante a homenagem.
Muitos famosos prestigiaram Drica, como Regina Duarte, Deborah Secco, Roger Flores, Malu Galli, Daniel Dantas e Adriana Esteves - que pela primeira vez foi fotografada em público, após cortar o cabelo durante cena de Avenida Brasil.
Durante todo o tempo, Drica ficou ao lado do filho Matheus, de três anos. À Primeira Vista também tem no elenco Mariana Lima e conta a história de duas amigas e a relação entre elas, com muitos encontros e desencontros.
Há dois anos, Drica Moraes foi diagnosticada com leucemia, passou por sessões de quimioterapia e fez transplante de medula. Ela voltou aos palcos em março deste ano, com a peça À Primeira Vista.





domingo, 22 de julho de 2012

Prêmio Shell de Teatro!


Criado em 1989, o Prêmio Shell de Teatro tornou-se uma das maiores referências e tradições dos palcos brasileiros. Reverenciando os talentos do teatro, é oferecido aos maiores destaques do ano, no Rio de Janeiro e em São Paulo separadamente, em nove categorias — Autor, Diretor, Ator, Atriz, Cenografia, Iluminação, Música, Figurino e Categoria Especial.
Todo ano grandes espetáculos são premiados nesta cerimônia, que terá sua 25ª edição realizada no começo de 2013. Os vitoriosos de cada categoria receberão uma escultura em metal do artista plástico Domenico Calabroni, com a forma de uma concha dourada, inspirada no logotipo da Shell, e uma premiação individual de R$ 8 mil (oito mil reais).
Na semana passada, o Prêmio divulgou a primeira lista de indicados do Rio de Janeiro e de São Paulo. Estes espetáculos concorrem ao troféu juntamente com aqueles que forem selecionados no segundo semestre.
Alguns espetáculos, indicados e premiados em outros anos, já estiveram em cartaz em Maringá, como “Os homens são de Marte, e é pra lá que eu vou”, com a atriz Mônica Martelli, que se apresentou recentemente na cidade.
Quem tiver oportunidade de assistir algum dos espetáculos indicados, em São Paulo, no Rio de Janeiro ou até mesmo, quem sabe, em Maringá, recomendo. Geralmente são muito bons e de grande qualidade. Vocês não vão se arrepender!
Segue a lista dos indicados do 1º semestre:
SÃO PAULO:
Autor
Ana Roxo por Cabeça de Papelão
Luís Alberto de Abreu por Francesca
Direção
Neyde Veneziano por Mistero Buffo
Sandra Corveloni por L’illustre Molière
Ator
Domingos Montagner por Mistero Buffo
Guilherme Sant’Anna por L’illustre Molière
João Paulo Lorenzon por Eu Vi o Sol Brilhar em Toda sua Glória
Atriz
Lucia Romano por A Travessia de Kalunga Grande
Walderez de Barros por Hécuba
Cenário
José Takla por Vermelho
Zé Henrique de Paula por Bichado
Figurino
Gabriel Villela e Shicó do Mamulengo por Macbeth
Zé Henrique de Paula por L’illustre Molière
Iluminação
Lúcia Chedieck por Eu Vi o Sol Brilhar em Toda sua Glória
Wagner Freire e Armazém da Luz por Ifigência
Música
Adilson Rodrigues por Cabeça de Papelão
Ernani Maletta por Hécuba
Fernanda Maia por L’illustre Molière
Categoria Especial
Cia. São Jorge de Variedades pelo trabalho de pesquisa e criação de Barafonda
Companhia Antropofágica pelo processo de pesquisa em Máquinas de Intervenção Urbana
O júri de São Paulo é formado por Alexandre Mate, Carlos Colabone, Marici Salomão, Noemi Marinho e Mario Bolognesi.

RIO DE JANEIRO:
Autor
Carla Faour por Obsessão
Julia Spadaccini Quebra-Ossos
Direção
Henrique Tavares por Obsessão
Moacir Chaves por Negra Felicidade
Ator
Gustavo Gasparani por As Mimosas da Praça Tiradentes
Tonico Pereira por A Volta ao Lar
Atriz
Drica Moraes por A Primeira Vista
Kelzy Ecard por Breu
Cenário
Adriano Guimarães, Fernando Guimarães e Ismael Monticelli por Nada
Doris Rollemberg por Querida Helena Sergueievna
Vandré Silveira por Farnese de Saudade
Figurino
Flavio Souza por Os Mamutes
Samuel Abrantes por O Auto da Compadecida
Iluminação
Adriana Ortiz por Adeus a Carne ou Go To Brazil
Maneco Quinderé por A Primeira Vista
Música
Domenico Lancellotti por Modéstia
Lucas Macier e Fabiano Krieger por Adeus a Carne ou Go To Brazil
Categoria Especial
Beto Carramanhos pelo visagismo dos espetáculos As Mimosas da Praça Tiradentes e O Mágico de Oz
Frederico Reder pela reforma e reabertura do teatro Tereza Rachel, atual Theatro Net Rio
Grupo Alfândega 88 pela ocupação do teatro Serrador
O júri do Rio é formado por Ana Achcar, Bia Junqueira, João Madeira, Macksen Luiz e Sérgio Fonta.


Famosos prestigiam estreia de Drica Moraes


Atriz voltou ao teatro depois de passar por tratamento de uma leucemia

Na noite desta quinta-feira, dia 19, Malvino Salvador, Sophie Charlotte, Fernanda Vasconcellos, Caio Blat, Maria Ribeiro, Sérgio Marone, entre outros famosos, prestigiaram a estreia da peça "A Primeira Vista" no Teatro Leblon, no Rio de Janeiro.

A montagem, dirigida por Enrique Diaz é repleta de encontros, desencontros e, fundamentalmente, reencontros. No palco, um quebra-cabeça divertido e comovente da amizade entre duas mulheres absolutamente normais, interpretadas por Drica Moraes e Mariana Lima. A pólvora está nos pontos de vista da dupla, que são compartilhados com a plateia, de modo a que as cenas ganhem leituras diferentes.


Fonte: Tribuna Hoje


quarta-feira, 18 de julho de 2012

Drica Moraes em Porto Alegre!

Mariana Lima, Mag Schneider, Drica Moraes e Mari Schneider, no Theatro São Pedro em Porto Alegre.  
23/06/2012.

domingo, 10 de junho de 2012

Entrevista a Globo News

"Estou passando a vida a limpo".



Drica Moraes é uma atriz tão intensa quanto seus personagens. Sempre muito precoce na carreira, Drica se vê atriz desde que se entende por gente. Começou a fazer teatro aos 12 anos e aos 19 anos ajudou a fundar a ‘Cia dos atores’. “Eu acho que ali foi a minha formação. A gente foi se descobrindo como autores, donos do seu próprio trabalho, fazendo pesquisa de linguagem”, diz.
Leonina do dia 29 de julho, Drica Moraes é lutadora e vencedora. Depois de um período turbulento - em 2010 foi diagnosticada com leucemia – Drica dá a volta por cima e está nos palcos, junto com a amiga Mariana Lima, com o espetáculo "A primeira vista", uma história engraçada do canadense Daniel Macivor e montagem de Enrique Diaz. As personagens de Drica e Mariana gostam de rock, são amigas de músicos e até participaram de uma banda de pouco sucesso. As cenas exigiram preparação extra das atrizes, que cantam e tocam baixo, guitarra e ukelelê em cena.
“É um momento super especial da minha vida. A peça trata de um amor amigo entre duas mulheres. Elas estão em um determinado momento da vida revisando o passado. Tem um jogo de cena entre presente e passado. É uma comédia comovente que eu faço com amigos de 30 anos. Estou passando a vida a limpo”, diz Drica. 

domingo, 3 de junho de 2012

sexta-feira, 1 de junho de 2012

Outras vistas, a partir de junho.


A vista pode ser um rosto do qual temos saudade. Em três semanas nos despedimos da vista do Rio. E saímos para conhecer as vistas de Porto Alegre, Pelotas e São Paulo. - M.http://instagr.am/p/LVQpgtqzg_/

quinta-feira, 31 de maio de 2012


É como o tempo, que pode passar tão rápido e tão devagar dependendo da sua percepção. - D.http://instagr.am/p/LQLsnEqzj9/

Entre amigos. - D. http://instagr.am/p/JxOqgrKzlA/

Quem faxina, amigo é. - D. http://instagr.am/p/KA4caMqzrZ/

Nada é suficiente. - M. http://instagr.am/p/KGLamLqzrh/

D. & M.
...com relação a Mariana Lima e Drica Moraes, confiro às duas os mesmos e apaixonados elogios. Estamos diante de duas atrizes completas, senhoras absolutas de seus vastos recursos interpretativos. E que evidenciam não apenas seu enorme praz...Ver mais

Sábado, na cama, de óculos escuros, o dia todo. Nada é suficiente. - M. http://instagr.am/p/LGllAtqzgZ/

O que você acha que acontece depois? - M.http://instagr.am/p/LJTGGVqzq1/

Theatro São Pedro de Porto Alegre celebra os 154 anos

Dias 23 e 24, 21h e 18h (sábado e domingo) –
elencoediraçao a primeira vista credito Leo Aversa 300x296 Theatro São Pedro de Porto Alegre celebra os 154 anosA PRIMEIRA VISTA (RJ): considerado o melhor espetáculo teatral do ano na cena carioca, marca o retorno de Drica Moraes aos palcos, ao lado de Mariana Lima (Prêmio Shell 2011). A produção é da Associação Amigos do Theatro São Pedro. Apoio Master: SESCRS/ Sistema Fecomércio.
Fonte: e-cult

domingo, 13 de maio de 2012

Homenagem ao dia das Mães.

SE AS COISAS FOSSEM MÃES
Sylvia Orthof

e a lua fosse mãe, seria mãe das estrelas,
O céu seria sua casa, casa das estrelas belas.


e a sereia fosse mãe, seria mãe dos peixinhos,
O mar seria um jardim e os barcos seus caminhos.

e a casa fosse mãe, seria a mãe das janelas,
Conversaria com a lua sobre as crianças-estrelas,
Falaria de receitas, pastéis de vento, quindins,
Emprestaria a cozinha pra lua fazer pudins!


e a terra fosse mãe, seria mãe das sementes,
pois mãe é tudo que abraça, acha graça e ama a gente.

e uma fada fosse mãe, seria a mãe da alegria.
Toda mãe é um pouco fada... Nossa mãe fada seria.


e uma bruxa fosse mãe, seria mamãe gozada:
Seria a mãe das vassouras, da Família Vassourada!
e a chaleira fosse mãe, seria a mãe da água fervida,
Faria chá e remédio para as doenças da vida.

e a mesa fosse mãe, as filhas, sendo cadeiras,
Sentariam comportadas, teriam “boas maneiras”.


ada mãe é diferente:
Mãe verdadeira, ou postiça, mãe-vovó, mãe titia,
Maria, Filó, Francisca, Gertrudes, Malvina, Alice,
toda mãe é como eu disse.

ona Mamãe ralha e beija,
Erra, acerta, arruma a mesa, cozinha, escreve, trabalha fora,
Ri, esquece, lembra e chora, traz remédio e sobremesa.


em até pai que é “tipo-mãe”...
Esse, então, é uma beleza 

sexta-feira, 11 de maio de 2012

Drica Moraes faz nova participação em 'A Grande Família'


A atriz Drica Moraes (42) voltará a fazer participação especial em A Grande Família, da Globo. Cerca de um ano após estrelar a trama como a namorada de Mendonça (Tonico Pereira), a artista dará vida para Silvia, a amante de Armando, interpretado por Edson Celulari (54), e logo ficará muito amiga de Nenê (Marieta Severo) e Lineu (Marco Nanini).



Na história, Silvia e Armando estão jantando em um restaurante para celebrar os 10 anos juntos quando encontram Lineu e Nenê, que nem imaginam que eles são amantes. Os dois casais conversam durante a noite e logo sentem como se já se conhecessem há muito tempo. Então, Nenê convida os novos amigos para jantar em sua própria casa. Mas, o que ela não esperava, é que Armando levaria a sua mulher, Marlene (Louise Cardoso), ao invés da amante.

Fonte: Caras 


WikiDrica

Resultados da pesquisa

Visualizações da Página